sábado 2 de março de 2024

João Batista: O homem do deserto que desafiou o sistema religioso da sua época!#1

por Giovanne Silva
Publicado: Modificado em 1,K Visualizações
João batista pregando para muitas pessoas

A voz que clama no deserto, de um profeta João Batista ressoa que se prepare o caminho do Senhor e se endireite a vereda em meio à solidão para nosso Deus. Todo vale será levantado, e todo monte e colina serão nivelados. O que é torto será endireitado, e o que é áspero será aplainado.

Então, a glória do Senhor se manifestará, e toda a humanidade verá isso, pois a boca do Senhor o disse. Esta passagem bíblica de Isaías 40:3-5 nos faz perguntar a quem o profeta estava se referindo, e isso é o que torna a Bíblia tão fascinante. Há centenas de anos, Isaías falou sobre o que aconteceria no futuro, e em um futuro distante, profetizou sobre um menino que nasceria de uma mulher idosa e estéril, cujo pai também era idoso e servia na casa do Senhor.

A Bíblia não menciona se Jesus e João, seus primos, cresceram juntos, mas é possível imaginar que se separaram quando adultos, porque João se dirigiu ao deserto escaldante para pregar o evangelho do arrependimento e preparar o caminho.

Tudo isso aconteceu para cumprir as Sagradas Escrituras. Isaías profetizou o que Deus lhe ordenou, e tempos depois a terra testemunhou dois homens extraordinários: “O homem do deserto e o Mestre dos mestres”. O homem do deserto não vestia roupas luxuosas, não era servido grandes banquetes, e suas palavras não eram para agradar aqueles que gostavam de ouvir somente palavras que massageavam o ego, como prosperidade, por exemplo.

Pelo contrário, suas roupas eram feitas de peles de animais, seu alimento era gafanhotos e mel, e suas palavras eram de arrependimento e afronta aos doutores da lei. Ele desafiava o sistema religioso hipócrita daquela época. Um dia, esse homem deixou o árido deserto e começou a batizar multidões nas águas do rio Jordão, anunciando alguém que viria depois dele e que os batizaria com o Espírito Santo.

Não sabemos qual imagem de Jesus foi idealizada por João e aquela multidão, mas o fato é que, sendo rei, Jesus não chegou com comitiva, sendo filho de Deus, não atraiu para si os holofotes, sendo herdeiro do Dono do mundo, não chegou com roupas luxuosas. Jesus chegou sem alarde e se encaminhou para as águas daquele rio para ser submerso por João, e nos mostrar que o batismo nas águas é necessário na vida do Cristão.

Ao sair da água, uma voz bradou dos céus: “Este é meu filho amado, em quem me comprazo!” Não foi apenas Isaías que mencionou João e Jesus. Malaquias 3:1 também os menciona:


“Eis que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim; e de repente virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais; e o mensageiro da aliança, a quem vós desejais, eis que ele vem, diz o SENHOR dos Exércitos.”

Malaquias 3:1


Isso mostra que podemos confiar nas promessas de Deus e nas profecias que Ele nos deu. O texto de Isaías 40:3-5 é uma dessas profecias que se cumpriram em Jesus. Ele veio como o Messias prometido, preparado pelo precursor João Batista, para endireitar o caminho e revelar a glória de Deus. Todas as montanhas e vales da vida humana foram nivelados e exaltados em Sua presença.

A voz que clamava no deserto para preparar o caminho do Senhor era a de João Batista, que, com seu discurso de arrependimento, preparou o coração das pessoas para receberem Jesus. Ele se vestia de maneira simples, não se importava com banquetes luxuosos, mas com a mensagem que Deus lhe deu para transmitir ao povo.

Jesus, por sua vez, não veio como um rei ostentando riquezas e poder, mas sim como um servo, pronto para servir e cumprir a vontade do Pai. Ele se submeteu ao batismo de João para nos mostrar que devemos seguir seu exemplo e também nos submetermos ao batismo.

Por fim, a profecia de Isaías se cumpriu, e a glória do Senhor se manifestou em Jesus. Hoje, podemos olhar para Ele como o exemplo perfeito de humildade, amor e obediência ao Pai. E podemos confiar nas promessas de Deus, sabendo que Ele é fiel para cumpri-las em nossas vidas.

FAQs:

Quem foi João Batista e qual foi o seu papel na história de Jesus?

João Batista foi um pregador itinerante que pregava o arrependimento e o batismo como preparação para a vinda do Messias. Ele é considerado o precursor de Jesus, tendo sido encarregado por Deus de preparar o caminho para a chegada do Salvador.

Qual é a importância do batismo nas águas na vida do cristão?

O batismo nas águas é considerado uma expressão pública da fé e um ato de obediência a Deus. É um símbolo de morte e ressurreição com Cristo, que representa a renovação da vida do cristão. Além disso, o batismo é um sinal de que o indivíduo faz parte da comunidade cristã e está comprometido com a missão de Deus.

Você pode gostar de ler

Deixe seu comentário