domingo 3 de março de 2024

Perdoem 1º as queixas que tiverem contra os outros.

por Giovanne Silva
Publicado: Modificado em 715 Visualizações
Perdoem
Perdoem as queixas que tiverem

Suportem-se uns aos outros e perdoem as queixas que tiverem uns contra os outros.

Jesus sempre praticou o perdão, uma ação que é fácil de falar, mas difícil de colocar em prática.

Cada dia precisamos perdoar as pessoas no nosso trabalho, no círculo de amizade e principalmente na família.

Guardar ressentimentos contra os outros é como tomar veneno e esperar que a outra pessoa morra, é algo que nos prejudica mais do que a outra pessoa.

Uma lição importante que uma criança aprendeu com o seu pai em um dia é que Perdoem as queixas que tiverem ainda em vida:

Zeca, de oito anos de idade, entrou em casa, depois da escola, batendo os pés no chão de madeira. Seu pai, que estava saindo para o quintal para fazer alguns trabalhos no jardim, viu isso e chamou o menino para uma conversa.

Zeca, desconfiado, acompanhou seu pai. Antes de seu pai falar qualquer coisa, ele falou irritado: “Pai, estou com muita raiva.

Juca não deveria ter feito isso comigo. Quero tudo de ruim para ele”.

Seu pai, um homem simples mas cheio de sabedoria, escutou calmamente o filho que continuou reclamando: “Juca me humilhou na frente dos meus amigos.

Não aceito. Gostaria que ele ficasse doente e não pudesse ir à escola”.

Seu pai escutou tudo calado enquanto caminhava até um abrigo onde guardava um saco cheio de carvão.

Ele levou o saco para o fundo do quintal e o menino o acompanhou, em silêncio.

Zeca viu o saco sendo aberto e antes que pudesse fazer uma pergunta, seu pai propôs algo:

Filho, imagine que essa camisa branca que está secando no varal é seu amigo Juca, e cada pedaço de carvão é um mau pensamento que você tem dele.

Quero que você jogue todo o carvão do saco na camisa, até o último pedaço.

Depois eu volto para ver como ficou.

O menino achou que seria uma brincadeira divertida e começou sua vingança. O varal com a camisa estava longe dele e poucos pedaços acertavam o alvo.

Uma hora se passou e o pequeno Zeca terminou a tarefa. Seu pai, que observava tudo de longe, se aproximou dele e perguntou:

“Filho, como você se sente agora?”

“Estou cansado, mas estou feliz porque acertei muitos pedaços de carvão na camisa”.

Seu pai olhou para o menino, que não entendia a razão daquela brincadeira, e carinhosamente falou: “Venha comigo até meu quarto, quero mostrar uma coisa”.

O filho acompanhou seu pai até o quarto e foi colocado na frente de um grande espelho onde pôde ver seu corpo inteiro. Foi uma surpresa terrível! Zeca só conseguia ver seus dentes e olhos.

Seu pai, então, disse: “Filho, você viu que a camisa quase não ficou suja, mas olhe para você.

O mal que desejamos para os outros é o mesmo que nos acontece.

Por mais que possamos prejudicar os outros, no final é nós mesmos que sofremos com os nossas queixas ,pensamentos e sentimentos negativos”.

Essa história mostra a importância do perdão e como é importante liberarmos esses sentimentos negativos para não nos prejudicarmos a nós mesmos.

O perdão não é fácil, mas é necessário para nossa própria paz e bem-estar,então Perdoem as queixas que tiverem .

Perdoar é uma escolha consciente e pode ser uma das decisões mais difíceis que tomamos em nossas vidas.

No entanto, o perdão é uma parte fundamental de nossa jornada de crescimento pessoal e espiritual, pois nos liberta da negatividade e da amargura.

Além disso, perdoar nos permite abrir mão do passado e seguir em frente, concentrando-nos no presente e no futuro.

Lembre-se, Perdoem ,o perdão é uma dádiva que você se dá a si mesmo, então perdoem as queixas que tiverem e permitam-se alcançar a paz e o bem-estar que merecem.

Que a bênção de Jesus Cristo encha sua vida de paz, graça e misericórdia, e que essa benção se estenda para todos os membros da sua família.

Compartilhe essa Mensagem com alguém !! Perdoem as queixas que tiverem uns contra os outros.

Você pode gostar de ler

Deixe seu comentário