domingo 16 de junho de 2024

Em pleno 2023 Governo da China utiliza força para demolir igreja,” impasse comunista”.

Publicado: Modificado em 802 Visualizações
china

A princípio de acordo com relatos recentes, o governo da china tem intensificado sua repressão contra a liberdade religiosa das igrejas cristãs no país.

Do mesmo modo é o caso da Igreja Nangang, na cidade de Wenzhou, província de Zhejiang.

Contudo a denominação havia conseguido o terreno cedido pelo governo há anos, mas agora, com a região valorizada, o governo quer retomar o terreno sem pagar o valor de mercado da propriedade, estimado em cerca de 6 milhões de dólares ou 40 milhões na moeda local.

Porém o resultado foi adestruição do templo da Igreja Nangang.

Sem identificar!

Então durante a demolição de um templo cristão, os fiéis confrontaram os agentes policiais questionando sobre a autorização para tal ação.

Os agentes da China agrediram cristãos, incluindo mulheres e idosos, e não forneceram informações, de acordo com relatos.

Em vídeos compartilhados nas redes sociais, é possível ouvir uma pessoa gritando que as pessoas estavam sendo espancadas e presas.

Uma cristã também questionou os agentes sobre de qual unidade de construção eles eram e por que cobriam seus rostos.

O regime comunista da China impõe restrições às igrejas cristãs, levando muitos templos a serem considerados “clandestinos” e fechados ou demolidos. Por esse motivo, a China ocupa a 16ª posição na lista mundial de perseguição religiosa da Portas Abertas.

A importância de um momento de reflexão!

Você pode gostar de ler

Deixe seu comentário