domingo 16 de junho de 2024

Salmos 122:1 – A Alegria de Estar na Casa do Senhor

Publicado: Modificado em 480 Visualizações
a-alegria-de-estar-na-casa-do-Senhor 2023

Neste Artigo você vai ler!

A Alegria de Estar na Casa do Senhor

Como transborda meu contentamento ao ouvir aqueles que proclamam: “Vamos à sagrada habitação do Senhor!” (Salmos 122:1)

É algo verdadeiramente magnífico estar nos átrios do Altíssimo, e quão aprazível e enriquecedora é a nossa união, como um corpo unificado, adorando ao Deus Criador de todas as coisas, como está escrito em Romanos 12:5:

“Pois, assim como em um corpo temos muitos membros, e todos os membros não têm a mesma função,” (Romanos 12:5)

A igreja não se trata de um clube social ou de uma passarela de modismos, mas sim de um lugar de adoração, louvor e oração.

É onde convergimos nossa fé com a dos nossos irmãos e irmãs, a fim de mantê-la ardente.

E quando um membro tenta viver essa experiência de forma solitária, infelizmente sua fé pode se esfriar e ele pode se perder pelo caminho.

Permitam-me ilustrar isso por meio de uma história:

Era uma modesta igreja, frequentada pelos moradores daquela distante região de Londres.

Os anos se passavam e o pequeno grupo mantinha-se constante em suas reuniões, ocupando sempre os mesmos assentos.

Assim, o pastor notou facilmente, em certo dia, uma cadeira vazia. Estranhou, mas logo esqueceu. Na semana seguinte, a mesma cadeira permanecia vazia, e ninguém sabia explicar o motivo. Na terceira ausência consecutiva, o pastor decidiu visitar o faltoso.

Num dia frio, encontrou-o confortavelmente sentado ao lado da lareira de sua casa, imerso na leitura.

“Está doente, meu filho?” indagou o pastor. A resposta foi negativa. Ele estava bem de saúde.

Talvez estivesse enfrentando algum problema, aventurou-se o pastor, preocupado.

Mas tudo estava em ordem. O homem simplesmente havia deixado de comparecer à igreja. Afinal, frequentara o culto por mais de vinte anos. Sentava-se naquela mesma cadeira, proferia as mesmas orações, entoava os mesmos hinos e escutava os mesmos sermões. Acreditava que não era mais necessário comparecer. Afirmava saber tudo de cor.

O pastor refletiu por alguns momentos. Em seguida, dirigiu-se à lareira, avivou o fogo e retirou uma brasa incandescente.

Perante o olhar surpreso do dono da casa, depositou a brasa sobre a soleira de mármore, junto à janela.

Longe das chamas, a brasa perdeu seu fulgor e se extinguiu, transformando-se em um simples carvão coberto de cinzas.

Então, o homem compreendeu. Ergueu-se de sua cadeira, aproximou-se do pastor e disse: “Está tudo bem, pastor, entendi a mensagem.”

E ele retornou à igreja. (autor desconhecido)

Ninguém foi destinado a viver na solidão. O ser humano foi criado para habitar em comunidade e, quando se trata de fé, essa necessidade se torna ainda mais premente. É indispensável que congregai-vos no fervoroso braseiro da fé, denominado igreja, a fim de que, cordialmente, por intermédio da Palavra de Deus, um mantenha a fé do outro viva.

Não se afaste dos caminhos do Senhor; rejubile-se em estar na casa de Deus.

Por que é importante frequentar a igreja e estar em comunhão com outros crentes?

Frequentar a igreja e estar em comunhão com outros crentes é crucial para fortalecer a fé e manter a chama espiritual acesa. A igreja proporciona um ambiente de adoração, louvor e oração, além de oferecer apoio mútuo e encorajamento espiritual.

Como evitar que nossa fé esfrie quando enfrentamos momentos de solidão espiritual?

Evitar que a fé esfrie em momentos de solidão espiritual requer buscar comunhão e conexão com outros crentes. Isso pode ser feito através da participação ativa na vida da igreja, envolvimento em grupos de estudo bíblico, compartilhamento de experiências e oração com outros irmãos e irmãs na fé. Além disso, manter uma busca constante pela Palavra de Deus e buscar o fortalecimento da relação pessoal com Ele também desempenham um papel fundamental.

Você pode gostar de ler

Deixe seu comentário